“Ele morreu nos meus braços”: Reynaldo Gianecchini emoc

CELEBRIDADES

“Ele morreu nos meus braços”: Reynaldo Gianecchini emociona ao relembrar morte do pai e dá lição de vida

Date February 26, 2018 19:07

Reynaldo Gianecchini abriu o coração nesse sábado e deu uma lição a todos durante o programa Altas Horas.

Ao ser questionado por Serginho sobre sua relação com o pai, o ator confessou que passou muito tempo sem se relacionar tão bem com ele, pois eles tinham uma dificuldade em se comunicar com o outro durante os primeiros anos.

Felizmente, experimentaram uma reaproximação, quando ele próprio sentiu que deveria tentar se aproximar do pai, aos 20 e poucos anos. Isso porque achava que seu pai não tomaria essa iniciativa, por ser mais “durão”, de uma geração em que as pessoas costumavam ser mais "fechadas" e demonstravam menos seus sentimentos.

Ginecchini deu então o primeiro passo e “quebrou” a dureza do pai com uma simples ligação, ao falar pelo telefone que o amava. Surpreendido pela declaração do filho, o pai “desmontou” e começou a chorar.

A partir daí, os dois começaram a ter uma relação mais próxima, especialmente após seu pai descobrir que estava com câncer. Logo depois, o ator também foi diagnosticado com a doença. Eles tiveram pouco tempo juntos, mas aproveitaram esses dias intensamente. “Foram 3 meses que foram fundamentais para resgatar coisas lindas”, afirmou o ator.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Reynaldo Gianecchini se enfurece com pergunta e deixa repórter falando sozinha

Surpreendentemente, Gianecchini pressentiu a morte do pai e largou seu tratamento para ficar com ele. Emocionado, o ator contou como foi esse dia de despedida:

Ele morreu nos meus braços e eu comecei a cantar quando pressenti que ele estava morrendo, porque eu estava vendo as funções dele todas caindo. E me deu uma paz! Eu comecei a falar com ele, a cantar. E eu senti que naquele momento foi o regaste de vidas. (…) Às vezes um gesto de amor muda tudo, muda uma existência.

Ele ainda contou que, diferente de quando era mais novo, passou a admirar muito seu pai. E afirmou que não sente tristeza ao compartilhar essa experiência, mas vê tudo isso como uma história linda.

Eu considero a morte do meu pai um momento de transcendência pra ele e pra mim. E eu sinto ele o tempo inteiro perto assim de mim hoje, é muito bonito.

O ator finalizou com um conselho, incentivando todos a não ficarem esperando por uma atitude dos pais, a tomarem a iniciativa em resgatar o relacionamento com eles.

Acho que todo mundo tem um resgate para fazer com os pais. (...) Não dá para a gente ficar esperando, a vida passa muito rápido.

Uma lição de vida, hein? Certamente, uma das declarações mais bonitas feitas pelo ator.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Que homem é esse? Reynaldo Gianecchini arranca suspiros de fãs em ensaio como veio ao mundo