Ficção ou vida real? Anderson Di Rizzi assume que, assim c

CELEBRIDADES

Ficção ou vida real? Anderson Di Rizzi assume que, assim como Juvenal, gosta de apimentar a relação com brincadeiras

Date April 23, 2018 18:02

Muito se falou sobre a "noite de núpcias" de Juvenal e Desirée, personagem de Priscila Assun de O Outro Lado do Paraíso. Podemos dizer que o que começou com timidez sofreu uma reviravolta com direito a striptease e truques que apimentaram os desejos do casal.

A tão falada "chave de cofre" ainda vai dar o que falar e, segundo fontes, a moça vai colocar o truque em prática nos episódios finais da trama. E o que o Juvenal, quer dizer, Anderson, tem a falar sobre isso? "Acho que a Desirée na simplicidade da vida se envolveu na situação, mas é uma brincadeira. Ele já gostou do que rolou", disse o ator em aprovação.

Quer casar comigo? É um milagre, de piranha virei noiva! #juvenal #Cândida #desirree

Uma publicação compartilhada por Anderson Di Rizzi (@andersondirizzi) em

Na vida real, Di Rizzi é casado com a professora Taise Galante e disse ser a favor de experimentar brincadeiras e fantasias com sua parceira. E não teve pudor ao dizer: "Também sou casado. Acho que muito o que sustenta a relação do casal é o ato sexual. Para não cair no dia a dia, vamos brincar".

O ator ainda disse que com a chegada de Helena, de nove meses, o relacionamento a dois do casal acaba sendo deixado de lado para que se assumam os papeis de pai e mãe. Ele disse também que é preciso compreender o momento que a recém-mamãe está passando, que é um divisor de águas na vida de qualquer mulher.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Desirée irá contar à Juvenal como virou garota de programa; sua história vai derreter o coração do rapaz

Ele ressaltou a dificuldade de amamentar, sentir dores, não dormir, entre muitas outras mudanças de rotina e destacou a importância de se criar a base de uma família no companheirismo e no amor. "É uma família, nessas horas tem o amor, amizade, companheirismo. Acredito no amor construído. Acho que já fui muito infeliz naquela coisa de paixão", completou.

Começando a semana com esse carinho gostoso! #helena

Uma publicação compartilhada por Anderson Di Rizzi (@andersondirizzi) em

Por fim, Anderson disse sua opinião sobre o destino de seu personagem, agora que a novela está se aproximando do fim. A casa do lapidador vai ser utilizada como cativeiro de Tomaz e Juvenal será ameaçado com uma arma apontada para sua cabeça. "[...] porque a vida é isso, todo mundo tem seu lado divertido, engraçado, seu lado tenso, nervoso, preocupado. Numa situação dessas qualquer pessoa, com uma arma na cabeça, se transforma".

Mas o que não temos dúvida é que a chave do cofre vai ser o ponto alto da história do casal que ganhou o público brasileiro, não é?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Revelada a “chave do cofre”! Em “O Outro Lado do Paraíso”, Desirée usará um truque que ninguém esperava para prender Juvenal de vez