A verdadeira história por trás da alegria de Kaysar, o refugiado sírio que conquistou o Brasil

Celebridades

March 23, 2018 01:36 By Fabiosa

Desde o início do BBB18, Kaysar é apontado como um dos favoritos a vencer o jogo. Com seu jeito divertido, ele tem conquistado fãs do país inteiro.

Porém, por trás de sua alegria contagiante, existe uma história digna de ser contada. E é exatamente isso que nós iremos fazer.

O sírio tomou a decisão de vir para o Brasil após ter quase morrido em Odessa, na Ucrânia. Ele morava na Síria com os pais, mas aos 20 anos fugiu do seu país para escapar da guerra. Sua intenção era receber ajuda de um amigo ucraniano, mas ao chegar em seu destino, descobriu que o tal amigo havia morrido. Como não tinha onde ficar, passou dias dormindo debaixo de uma ponte. Para sobreviver, trabalhou como gari e alugou um quarto em uma pensão.

Um dia, quando voltava do trabalho, Kaysar se deparou com uma gangue de nacionalistas que, ao perceberem o crucifixo em seu pescoço, começaram a espancá-lo. Com isso, ele teve o braço esquerdo quebrado em três partes e a perna direita, em quatro.

Durante o período de recuperação da sua quinta cirurgia, ele ouviu uma “voz”, que o levou a procurar por seus parentes brasileiros. Sem contar aos pais sobre a violência sofrida na rua, ligou para casa e pediu o contato de um primo da sua mãe, Abdo Abage, que é cônsul honorário da Síria no Brasil. Foi ele quem ajudou o brother a se mudar para Curitiba, em 2014.

Já em solo brasileiro, ele foi recebido por outro primo, Nassib Abage, que depois de bancar um apart-hotel para Kaysar durante dez meses, construiu para o refugiado um apartamento no andar superior da sua casa. Junto a seus sete irmãos, ele fez uma vaquinha e montou uma academia para o hóspede. Além de toda a ajuda, ainda dava ao parente sírio uma mesada de 1.800 reais.

Mas Kaysar não se acomodou e conquistou um currículo extenso no Brasil. Fluente em seis idiomas, ele não teve dificuldade em aprender o português e concluiu um curso de hotelaria. “Ele era esforçado e vivia de bom humor. O que me chamou atenção nele é que era muito correto”, contou o presidente-executivo da escola.

Foi durante esse tempo que, por convite de uma colega de turma, a empresária Stephanie Keller, começou a fazer bicos como animador de festa infantil. “Ele é exatamente como na TV: sempre alegre. Já chegava de manhã, brincando com todo mundo e rebolando sempre que colocávamos música nas aulas. (…) As crianças o adoravam porque ele gostava de brincar de tudo. Uma vez ficou chateadíssimo porque não o deixaram descer em uma tirolesa, pela idade e peso”, contou.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Por que Kaysar é o grande protagonista (e favorito) dessa edição do BBB 18? Vai ser difícil tirar o prêmio das mãos dele…

Depois do curso, trabalhou como garçom em um hotel de Curitiba. Para ter uma renda extra, ainda se tornou adestrador de aves e desenvolveu uma conexão especial com os animais. “Os bichos viviam tristes e ele ensinou truques novos e os devolveu felizes aos donos”, revelou uma amiga. Em casa, convivia com o papagaio Habibi e a calopsita Pirata, que inclusive sabia cantar a música que seu cuidador costumava ouvir, lembrando de uma namorada da Síria.

Conversando com um colega de trabalho, ele soube das inscrições do BBB18. Seus olhos brilharam quando descobriu o valor do prêmio e, como uma espécie de mantra, passou a espalhar cartazes falando sobre seu desejo de participar do reality.

Hoje, Kaysar é cogitado, quase com unanimidade, como um dos finalistas do reality e segue em busca da vitória, que pode levá-lo a finalmente realizar o sonho de trazer sua família para o Brasil.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Fãs postam “atestado de pobreza” de Kaysar e Gleici e brigam para provar quem merece ganhar o BBB 18