Em vez de demitir seus auxiliares de limpeza analfabetos, em

ANIMAIS

Em vez de demitir seus auxiliares de limpeza analfabetos, empresa opta por investir em seus futuros

Date 24 de março de 2018

Ter qualificação é um dos primordiais requisitos para entrar e se manter em uma empresa. Mesmo em cargos menores, ter um certo nível de educação é essencial. Visando melhorar a qualidade e a segurança de seus funcionários, uma empresa de São Paulo alfabetizou seus colaboradores ao invés de demiti-los.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Professora com Down, escreve carta empoderada, após ser ofendida por desembargadora

A ideia surgiu, após perceberem que os auxiliares de limpeza da corporação, tinham dificuldades para preencher um relatório informando os locais que já haviam sido limpos ou não e, em caso negativo, o porquê disso.

Quem teve a ideia foi a manager, Nátaly Bonato, que contou a história em seu Facebook. Ela disse que percebeu que parte da equipe de manutenção não tinha escolaridade suficiente. “O relatório demorou 1 semana pra chegar e quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e aí nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu na rede social.

A atitude foi um meio de não precisar demiti-los. Então os funcionários começaram a ter aulas todas as terças e quintas-feiras, sempre no horário do almoço e com 1h30 de aula.

Então, ela procurou alguém que pudesse alfabetizar os funcionários, até que encontrou a pedagoga Dani Araujo, que aceitou o desafio. Ela conta que achou o projeto ousado e que pôde colocar em prática seu trabalho de ensinamento para adultos e que chegou a se emocionar com o interesse deles. Dani complementa dizendo que vibrou e até chorou.

Todo processo de aprendizagem durou cerca de cinco meses e os três funcionários alfabetizados ganharam até uma formatura e um diploma.

Que história incrível. Como é bom ver este tipo de acontecimento, que possa inspirar, mais e mais gente.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Inglesa aprende mais de 30 línguas para se comunicar com seus alunos e ganha prêmio de melhor professora do mundo