Esta menina de apenas 7 anos supera todas as dificuldades e vai à escola de caiaque!

Inspiração

March 16, 2018 21:41 By Fabiosa

O que você faz quando se depara com uma dificuldade? Agora multiplique esse obstáculo por 10! Esse é o desafio que Gabrielly, uma pequenina estudante que mal acabou de fazer 7 anos de idade tem enfrentado para ir à escola em Bertioga, situada no litoral paulista.

A rua onde a a menina mora, virou um rio por causa das chuvas fortes e intensas quem vêm atingindo o local recentemente. Então, o impensável foi clicado: a garotinha andando de caiaque para conseguir ter acesso aos seus estudos.

"A imagem mostra tudo. É o registro de um descaso com a gente. Com a rua alagada, ela não tem como sair, só no nosso colo, ou de caiaque. Chove só um pouco e tudo fica intransitável", contou a mãe da menina, Paula dos Santos, de 40 anos de idade.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Guerreira! Mulher dá à luz um bebê de cinco quilos em parto normal

Na imagem publicada é possível ver a menininha que estuda o 2º ano do Ensino Fundamental, na Escola Municipal Jardim Vista Linda, tanto sozinha no caiaque, quanto atravessando no colo dos pais. A mãe, explica que ela é deixada pelo veículo da escola em um ponto de ônibus há aproximadamente um quilômetro de casa, no bairro Chácara Vista Linda e as opões acabam sendo as mais escassas.

Gabrielly não estava sozinha na hora em que essa foto foi tirada, o pai acompanhava. A mãe da pequenina contou que o esposo caminhava ao lado da filha usando botas, mas a água não respeita o tamanho dos calçados e ele sempre acaba se molhando.

"Em casa, começou a entrar água na cozinha. A gente fica com medo de perder tudo e, depois de tanta promessa, ninguém soluciona", apontou.

Vez em quando, Gabrielly tem que fazer o que não gostaria: faltar às aulas por causa dos alagamentos provocados pelas chuvas. De acordo com Paula, os professores chamam a sua atenção nas reuniões de pais e mestres: "Falam que é ruim ela ficar faltando, não só por prejudicar o ensino, como por ela poder repetir de ano", relembrou em tom de preocupação.

A mãe acredita que todos os problemas que enfrentam são provenientes de uma má gestão municipal, pois o bairro não tem sistema de drenagem ou mesmo cuidados específicos com a pavimentação das vias.

A prefeitura de Bertioga diz que não é tão simples conseguir verbas federais para obras de drenagem (micro e macro) e assim resolver o problema da cidade que possui 60% das suas vias ainda sem pavimentação ou mesmo rede pluvial.

A Estrada 28, que é exatamente a rua onde a guerreira Gabrielly reside com ambos os pais, precisaria de uma intervenção no valor de R$ 30 milhões. Enquanto isso a pequena vai lutando pelo seu futuro!

Fonte: G1

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Elas são guerreiras! Mulheres apresentam 40% mais chances de terem transtornos mentais do que os homens, mas são as campeãs em superação por buscarem ajuda