8 sintomas mais comuns de esgotamento mental

FAMÍLIA & CRIANÇAS

8 sintomas mais comuns de esgotamento mental

Date October 24, 2017 02:19

Você dorme e acorda cansado. No trabalho, já não consegue produzir da mesma forma. De repente, tudo parece mais difícil, mais pesado e nem as coisas que antes você gostava de fazer te trazem mais prazer. Sente a cabeça pesada, se esquece das coisas básicas. Isso já aconteceu com você? Então, alguma coisa pode estar errada.

O esgotamento muitas vezes não é só físico, mas mental. Trata-se de um cansaço muito mais profundo, a ponto de ser muitas vezes confundido com uma depressão.

file404 / Shutterstock.com

Recomendado para você: Está esgotado? Fique atento aos sinais da Síndrome de Burnout

Veja alguns sinais de que você pode estar passando por isso:

1. Fácil descontrole: você percebe algumas coisas que antes não te incomodavam e hoje você faz uma tempestade em copo d’água? Este é um sinal de esgotamento mental, porque neste estado, a mente já não consegue diferenciar o problema simples de um problema complexo.

2. Cansaço constante: a sensação de exaustão, de estar esgotado e sem forças não melhora nem depois de uma boa noite de sono.

3. Baixa imunidade: durante períodos de estresse e esgotamento, o organismo produz adrenalina e outros hormônios podem afetar a sua imunidade.

4. Baixa autoestima: a pessoa se sente sem forças e sem capacidade de resolver tudo, o que pode sinalizar que o esgotamento mexeu com a autoestima.

5. Apatia: nada mais traz motivação para a pessoa. Ela está sempre fazendo o mínimo e mesmo assim, ainda parece ser pesado.

fizkes / Shuttestock.com

6. Autocobrança exagerada: pessoas que se cobram demais e são perfeccionistas tendem a entrar em um processo de esgotamento mais fácil do que outras.

7. Não se permitir: a pessoa não se autoriza a descansar, não tem parada. Está sempre tentando “cumprir” as obrigações e isso com certeza, leva a um desgaste e a longo prazo a um esgotamento maior.

8. Sensação de impotência: a pessoa sente que tem uma carga de responsabilidade cada vez maior, mas não sente que tem os recursos (sejam emocionais, materiais ou físicos) para dar conta de atender a essas demandas.

Para lidar com o esgotamento mental, o primeiro passo é identificar esse estado e buscar ajuda para uma mudança de padrão de comportamento e muitas vezes, é necessária uma mudança de rotina.

Veja também: Esgotamento emocional traz sintomas como enxaqueca, exaustão e ansiedade!


O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.