Escola das emoções em Portugal ensina sobre empatia e auto

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Escola das emoções em Portugal ensina sobre empatia e autoconhecimento

Date October 15, 2017 16:45

Português, Matemática, História, Geografia...estas são algumas matérias ensinadas na escola. Desde quando começamos a estudar, aprendemos diferentes assuntos e desenvolvemos principalmente o raciocínio lógico-matemático.

Nossa sociedade sempre valorizou o QI – Quociente de Inteligência, que mede nosso desenvolvimento cognitivo principalmente pela lógica. Até hoje, ninguém tinha levado em consideração outros aspectos da inteligência até que o psicólogo Daniel Goleman apresentou ao mundo a importância da inteligência emocional.

Pressmaster / Shutterstock.com

A sociedade aceitou muito bem essa teoria, mas até então não haviam conseguido inserir a educação emocional no dia a dia das pessoas. O resultado é percebido na geração de crianças de zero a cinco ou seis anos de idade com desenvolvimento mental e cognitivo extremamente rápidos, mas que apresentam dificuldades para nomear e reconhecer emoções.

Veja mais: Vontade de ir para a escola fez garoto de Ruanda ser adotado por uma americana que mudou a sua vida!

Em Portugal, há quase dois anos, as crianças do Jardim João de Deus, em parceria com o projeto Escola das Emoções, começaram a observar o outro, o comportamento do próximo e como se sente, o que chamamos de empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro.

O projeto existe desde 2014 com o objetivo de oferecer aos alunos ferramentas para que eles possam se desenvolver emocionalmente.

A melhor parte de um projeto deste porte é quando se mede os resultados e  são positivos. Todo início de ano letivo, os alunos passam por um teste para medir a evolução e observaram que as crianças apresentaram medos resolvidos e menos birras, além de maior controle de agressividade.

Recomendado para você: Emocionário é um dicionário de emoções e a educação afetiva é o maior desafio aos pais