Anúncio da Anvisa sobre limite de tolerância de “matéri

CELEBRIDADES

Anúncio da Anvisa sobre limite de tolerância de “matérias estranhas” nos alimentos assusta os consumidores

Date 4 de abril de 2018

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fez um anúncio há alguns dias dizendo que foi detectada a presença de fragmentos de pelo de roedores em algumas caixas de molho de tomate de determinado lote.

Michabo / Shutterstock.com

O anúncio assustou os consumidores, não somente pela presença destes “elementos” de animais, mas principalmente porque esse anúncio fez com que os consumidores descobrissem que existe um limite de tolerância que é aprovado pela Anvisa. Em outras palavras, existe uma quantidade máxima de pelos de bichos em alimentos e bebidas que é aceita pelo órgão de fiscalização.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Líquido precioso! Entenda por que não se deve jogar fora a água usada para cozinhar o macarrão

A resolução entrou em vigor em março deste ano, considerando essa tolerância máxima de presença de itens estranhos, que inclui qualquer substância ou material que não seja parte do alimento e que possa estar presente por condições do ambiente inadequado, manipulação, armazenamento e distribuição.

StudioByTheSea / Shutterstock.com

No caso dos molhos, polpas e extratos de tomates, que foi o caso de notificação da Anvisa, o limite permitido é de até dez fragmentos de insetos ou um fragmento de pelo encontrado em cada cem gramas.

Segundo o órgão fiscalizador, esse padrão estipulado de tolerância está entre os mais rígidos do mundo, sendo comparado aos países considerados referência nesta regulação de alimentos.

Essa informação não causou susto somente nos consumidores. De acordo com o presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj), Sidney Ferreira, a legislação não deveria permitir nada de resquícios de insetos ou pelos de roedores.

Galyna Andrushko / Shutterstock.com

Ele considera inadmissível qualquer tolerância à contaminação e qualquer falta de cuidado e higiene na produção destes alimentos. O alerta do médico é que essas substâncias estranhas podem causar doenças em algumas pessoas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Surpresa desagradável. Moradora de Santos-SP levou susto ao encontrar algo diferente na salada