Modelo russa pula do 6º andar de hotel para escapar de estuprador e acaba sendo presa

A modelo russa Ekaterina Stetsyuk pulou do sexto andar, nua de um hotel de Dubai para escapar de uma tentativa de estupro. Um empresário abusou da modelo e agrediu-a fisicamente depois que ela se recusou a fazer sexo com ele. Ele também tentou estuprá-la antes que ela saltasse do pela janela do hotel, em uma tentativa de escapar do terrível ataque.

Modelo russa pula do 6º andar de hotel para escapar de estuprador e acaba sendo presaworradirek / Shutterstock.com

Stetsyuk sobreviveu milagrosamente à queda, mas sofreu uma lesão na coluna vertebral e recebeu tratamento em um dos hospitais dos Emirados Árabes Unidos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rumor Release Report (@rumorreleasereport) em

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Sequestro, estupros e pobreza ameaçam seus alunos, mas ela decidiu fazer ISTO

Falando ao canal internacional de notícias, sua amiga Irina Grossman disse:

"Para salvar sua vida e dignidade, ela pulou do sexto andar."

O agressor de Stetsyuk foi detido no aeroporto quando tentava fugir de Dubai. Se condenado no caso, ele pode pegar até 15 anos de prisão. Depois que ele foi detido, o empresária disse que a modelo estava trabalhando como acompanhante de luxo em Dubai.

Modelo russa pula do 6º andar de hotel para escapar de estuprador e acaba sendo presaMan holding his fist to abuse his intimate partnersdecoret / Shutterstock.com

Em uma declaração que fez após o incidente, Inga Stetsyuk,  mãe da jovem mãe, reagiu a essas alegações, afirmando que sua filha estava em Dubai em um contrato de modelo por um mês. Depois de duas operações nas costas, a mulher foi transferida para um centro de detenção, alega sua família.

Meios de comunicação internacionais informaram que o modelo foi colocado em prisão hospitalar até que as investigações terminem. No entanto, esses relatórios permanecem não confirmados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por Korede (@akoredeonline) em

 

Em meio aos rumores em circulação sobre o caso, o cônsul russo em Dubai, Gocha Buachidze, disse que as investigações ainda estão em andamento.

"Estamos estudando minuciosamente a situação em torno da cidadã russa Ekaterina Stetsyuk e estamos fornecendo todo o apoio necessário a ela", disse ele.

De acordo com a família, seu suposto agressor - que ela diz ser um empresário paquistanês de 39 anos que não é americano - a convidou para discutir um futuro negócio de cosméticos.

Stetsyuk contou que ele bebeu vinho e se tornou violento, ameaçando-a com uma faca e exigindo que ela se despisse. "Ela estava com medo e obedeceu", disse um relatório.

Modelo russa pula do 6º andar de hotel para escapar de estuprador e acaba sendo presawoman being abusedasiandelight / Shutterstock.com

Sua mãe disse: “Ele pegou uma faca de uma mesa de café e segurou seu pescoço. Ela conseguiu pegar a faca, mas ele pulou sobre ela e puxou o cabelo dela, depois a empurrou para o chão", relatou o site de notícias Life em Moscou. "Agarrou-se à faca e conseguiu feri-lo e isso deu tempo para correr até a sacada e pular temendo pela sua vida", explicou

Ele disse à polícia de Dubai que ela o atacou e que, no processo de se defender, ele a empurrou acidentalmente pela janela.

 

 

Depois da cirurgia, ela foi detida juntamente com o empresário até que as investigações se esclareçam. A família indignada pede por justiça: "Já não bastasse lutar pela própria vida e se atirar prédio abaixo, agora ela foi encaminhada para uma cela".

Não está sendo fácil ser mulher hoje em dia!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Este bombeiro ficou preso do lado de dentro de um prédio em chamas