Antes de morrer, pai planeja um presente de aniversário para filha até os seus 21 anos de idade e esse dia chegou

Inspiração

December 1, 2017 18:23 By Fabiosa

Michael William Sellers, um pai de quatro filhos, morreu em 2013 de câncer de pâncreas, mas antes de fechar os olhos definitivamente, Michael resolveu programar o presente de aniversário de sua filha mais nova até que ela completasse os 21 anos de idade.

Ele pagou adiantado em uma floricultura, uma entrega de flores por ano no dia do aniversário de Bailey. Em 2017, a garota completou os 21 anos de idade e, portanto, recebeu o último presente de seu pai, quatro anos depois de sua morte.

"Meu pai morreu de câncer quando eu tinha 16 anos de idade e antes de morrer ele pagou por flores para que eu as recebesse todos os anos no dia do meu aniversário. Bom, esse é o meu 21º aniversário e o último presente dele. Sinto muita saudade papai", escreveu a garota em seu Twitter.

Veja também: Senhora de 90 anos realiza pedido de aniversário ao se apresentar para uma plateia e vídeo recebe mais de 9 milhões de visualizações

Junto às flores, Bailey recebeu uma carta escrita à mão pelo seu pai. "Eu desabei. Essa carta foi muito muito impressionante e triste ao mesmo tempo", disse em entrevista.

A carta dizia:

Bailey, essa é a minha última carta de amor a você, até que nos encontremos de novo. Eu não quero que você derrame outra lágrima por mim, minha garotinha, porque eu estou em um lugar melhor. Você é e sempre será a mais preciosa joia que me foi dada.  É o seu aniversário de 21 anos e eu quero que você sempre respeite sua mãe e seja verdadeira consigo mesma. Seja feliz e viva sua vida ao máximo. Eu continuarei com você em cada passo que você der, apenas olhe ao seu redor e eu estarei lá. Eu te amo Boo Boo e Feliz Aniversário! Papai!

Tem como não se emocionar?

O post de Bailey foi compartilhado por mais de 350 mil vezes, mais de 1,5 milhão de curtidas na publicação e algumas dezenas de sites de notícias publicaram a matéria.

Uma história emocionante e que, ao mesmo tempo é triste, mostra o incrível amor de um pai por uma filha, mesmo depois de sua morte.

Recomendamos para você: Médico de Barretos faz relato humanizado e emocionante de senhora com câncer