Especial Dia dos Namorados: 5 coisas que casais felizes não fazem

INSPIRAÇÃO

Especial Dia dos Namorados: 5 coisas que casais felizes não fazem

Date 5 de junho de 2017

Você já deve ter dito a frase "Puxa, mas eles combinavam tanto", ao saber de uma separação de um casal de amigos. Mas acontece que não sabemos, de verdade, o que faz um casal se manter junto durante anos e anos.

Pelo menos isso não é o que ocorre para o psicólogo John Gottman que, durante um estudo, foi capaz de prever, com cerca de 94% de certeza, quais casais participantes do estudo iriam terminar e quais permaneceriam juntos.

Para atingir tal precisão, o psicólogo avaliou matematicamente alguns fatores que acreditava interferir diretamente na relação do casal. E analisando o comportamento do casal de acordo com esta teoria, ele foi capaz de saber se o relacionamento ia ou não dar certo.

Inspirada na teoria de Gottman e aliada à experiência clínica, a sexóloga Vânia Beliz reuniu alguns hábitos comuns de casais que conseguiram preservar o relacionamento. Veja abaixo 5 hábitos que casais felizes não têm o hábito de fazer:

1. Não fazem tudo juntos

Giovanna / Reprodução

Viver junto pode causar uma confusão sobre onde termina o espaço do outro e começa o espaço do eu. É essencial proteger esse espaço individual mesmo quando se convive diariamente. Não preservar o próprio espaço pode gerar um desequilíbrio entre o que você era antes e a interrogação que você passará a ser caso viva sempre em função do seu parceiro. Continue saindo com amigos, indo para a academia e continue fazendo todos os seus hobbies.

2. Não compartilham as contas bancárias

Giovanna / Reprodução

Grande parte das discussões conjugais se inicia por questões financeiras. É importante manter a individualidade também nesse campo. Depois de dividir as contas em comum, como aluguel, água, energia, etc, utilize a sua parte para despesas pessoais sem peso na consciência e sem precisar justificar.

3. Não abdicam da privacidade

Apesar de existirem pensamentos controversos acerca desse tema, existem momentos em que é vital vocês continuarem sendo um casal, mesmo com filhos. Acostume os filhos a respeitarem os espaços dos pais e tenha em mente que a privacidade pessoal também deve ser levada em conta. Por exemplo, deixe a depilação só para si, não precisa compartilhar isto também.

4. Não olham as mensagens do celular do outro

Giovanna / Reprodução

Como a base de qualquer relação saudável é o respeito, não faria sentido violar o espaço do outro por conta de uma desconfiança. Deve existir uma cumplicidade mútua nesse sentido, um deve passar confiança ao outro para que não exista a vontade de investigar a vida alheia.

5. Não acham que o relacionamento já está garantido

Giovanna / Reprodução

Nós temos a tendência de nos acostumar com o passar dos anos mas nunca podemos deixar de lado a vontade de conquistar o outro diariamente. Não ceda à preguiça e se esforce para que o outro saiba que ele é importante para você.

E ainda tem mais... Segundo o Dr. Gottman ainda existem quatro comportamentos que irão mostrar que você está beirando o divórcio. São eles:

  • Crítica negativa: marcada pelas expressões "Você sempre" ou "Você nunca";
  • Atitude defensiva: atribuição de culpa ao outro;
  • Desprezo: hostilidade, sarcasmo, agressividade, desdém;
  • Bloqueio: se recusar a dialogar.

Recomendada para você: Especial Dia dos Namorados: 4 estratégias para reacender o seu casamento