Como limpar seus rastros de atividades no Google e garantir a privacidade

Dicas

December 18, 2017 03:58 By Fabiosa

O mundo da tecnologia assusta de vez em quando e pode dar uma sensação de estar sendo espionado. Você abre o e-mail e aparece uma propaganda de algo que você procurou na noite anterior.

AlexHliv / Shutterstock.com

De repente, você recebe uma mensagem com alguma promoção de um produto que você precisa. Ou recebe o torpedo de promoção do supermercado que você frequenta.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Tutoriais em vídeos da internet: o salva vidas do mundo moderno

Alguém descobre seu número de telefone e te liga para anunciar sobre um imóvel. De onde descobrem essas informações?

dennizn / Shutterstock.com

Não é para se assustar, mas além de saber tudo sobre você, o Google também transmite informações sobre seus gostos pessoais, sobre suas buscas para empresas anunciantes.

Mas é possível apagar as “pistas” para que você possa voltar a ser um consumidor discreto e anônimo.

Ao entrar no Google, clique em “Informações Pessoais e Privacidade”, depois em “Configurações de Anúncio” e “Gerenciar Configurações de Anúncios” e escolher a opção “Controlar Anúncios com sessão fechada”.

7ace03 / Shutterstock.com

Outra forma de limpar suas atividades é entrar no Youtube e limpar o histórico. Também é possível limpar suas atividades na Internet, entrando no Google “My Activity”.

Na lateral superior, selecione "Eliminar" para limpar. Além dessas dicas, é importante sempre ter cuidado ao instalar aplicativos de origem duvidosa e preencher dados pessoais em cadastros pela Internet.

Também é importante ter cuidado em operações bancárias pela Internet e sempre pensar bem antes de postar imagens e informações pessoais em redes sociais, porque mesmo que depois que você apague, uma vez que a informação "viraliza", fica difícil reverter os reflexos.

Se estiver com antivírus desatualizado ou estiver utilizando uma rede pública de Internet, na dúvida, evite realizar atividades que possam invadir a sua privacidade.

Fonte: G1

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Segurança na Internet: estudo alerta para aumento de agressividade e abusos online