10 formas de economizar água e reduzir a conta em 80% no fi

10 formas de economizar água e reduzir a conta em 80% no final do mês

Saúde e Estilo de Vida

November 3, 2017 13:27 By Fabiosa

Há não muito tempo, o ato de economizar água – principalmente em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo – era considerado não apenas um ato de preocupação com o meio ambiente ou uma forma de pagar menos na conta de energia/água, mas praticamente um risco de sobrevivência.

AnmFoto / Depositphotos.com

O susto que o volume morto de várias bacias (como a da Cantareira) trouxe, levantou o alerta para a crise hídrica e despertou o cuidado para a economia de água. Mas, hoje, como aparentemente passamos pela fase difícil, não parece haver a necessidade de mantermos a iniciativa.

No entanto, esse ato de economia deve ser encarado com conscientização e com civilidade. Por isso, reduzir o consumo de água ainda é necessário, pois, além de ser ótimo para poupar dinheiro, é uma forma de garantir a saúde do meio ambiente e o futuro de nossos filhos.

Vamos conferir 10 dicas sobre economia de água que vão fazer você cuidar do meio ambiente e ao, mesmo tempo, pagar muito menos no final do mês, podendo reduzir em até 80% ou menos.

1. Cronometre seu banho

AntonioGuillemF / Depositphotos.com

Uma pessoa passa, em média, de 15 a 20 minutos no chuveiro e consome cerca de 15 mil litros de água/mês.

Se numa capital, como São Paulo ou Rio de Janeiro, as pessoas diminuíssem o tempo que passam no banho para cinco minutos, a economia de água seria de mais de 30 bilhões de litros por mês.

2. Calçada? Vassoura nela

Deixe de lado a mangueira. Pegue a sua vassoura e aplique a cultura de utilizar água de reuso.

Veja também: Teto solar corta o consumo de energia pela metade e pode aposentar ar-condicionado

3. Verifique se há vazamentos

Em apenas um mês, quase 100 mil litros d’água são jogados fora por conta de um buraco no encanamento.

4. Não brinque de dar descargas no vaso sanitário

Krivosheevv / Depositphotos.com

A cada seis segundos de descarga, entre seis e dez litros são consumidos.

5. A louça precisa ser limpa antes de ser lavá-la

Primeira coisa: deixar a torneira desligada e usá-la para enxaguar a louça diminui muito o consumo. Mas, na maioria das vezes, as pessoas levam louças muito sujas e acabam gastando mais água.

Limpe a seco pratos, copos e talheres. Só depois os lave.

6. Cuidados específicos ao lavar roupas

Uma máquina média (de até cinco quilos) consome quase 150 litros cada vez que é ligada. Tente usa-la uma (ou duas vezes) por semana e, faça o possível para acumular e não lavar duas ou três peças a cada

7. Esqueça a mangueira

welcomia / Depositphotos.com

Uma mangueira gasta a cada cinco minutos mais de 60 litros de água. Se você lava o carro por 30 minutos, lá se foram 360 litros. Use um balde, pano úmido e para as plantas, um regador.

8. Não deixe a torneira aberta

gunnar3000 / Depositphotos.com

Se deixamos a torneira aberta quando estamos escovando os dentes ou lavando as mãos, gastamos de 12 a 80 litros a mais. Isso para cada vez que fazemos a atividade. Lavando os pratos chegamos a gastar o dobro ou tripo desse valor.

Feche bem a torneira. Sabe aquela que fica pingando? Em um ano ela gasta cerca de 16 mil litros de água limpa.

9. Atente-se à caixa d’água

Muito difícil que as casas de hoje em dia não tenham um reservatório próprio, como uma caixa d’água. Sempre evite que ela transborde e vede-a bem para que não precise trocar a água constantemente, além de diminuir a evaporação.

10. Aprenda a reaproveitar a água

Se chegou até aqui, provavelmente percebeu o quanto gastam o chuveiro e até mesmo a máquina de lavar de roupas. Aprenda a reutilizar a água, no mínimo dessas duas atividades, pois elas podem ser usadas para outras pequenas limpezas.

Calçada, quintal, carro e até mesmo a descarga podem receber essa água que iria ser desperdiçada.

Há ainda a opção de usar o sistema de reuso. Apesar dos sistemas profissionais terem um preço salgado (em média R$ 8 mil para uma casa mediana), o benefício ao médio e longo prazo são compensatórios.

Essa tecnologia reutiliza água de chuveiro, pia, máquina de lavar e outros pontos para usos que consomem muita água.

Recomendamos para você: 7 motivos para tomar banho frio ao invés do quente