4 pedidos de demissão que fizeram sucesso por serem divertidos ou estranhos

Demissão é uma palavra difícil para muitos, mas para outros parece ser o momento tão esperado que finalmente chegou. E foi exatamente isso que fez o ex-colaborador e membro da equipe de Donald Trump quando excluiu perfil do presidente americano da rede social, Twitter.

Existem muito mais casos famosos de pedidos de demissão pelo mundo. Aqui no nosso país, Gerônimo Moreira disse no meio da missa que presidia, pois era padre, que deixaria a batina porque seria pai. A notícia foi no mínimo estranha e pegou o município de Gavião, no Estado da Bahia, de surpresa.

Vamos a outras demissões inusitadas:

1. Ex-comissário de bordo

Steven Slater, comissário de bordo, se demitiu de forma inusitada, após discutir com um passageiro.

Em 2010, o comissário se envolveu numa discussão em um voo entre Pittsburgh e Nova York, cidades norte-americanas. Slater usou o sistema de alto-falante para se dirigir à mulher que não quis se sentar durante a decolagem, repreendeu a passageira em púbico e quando o avião pousou, realizou um sonho.

Steven pegou uma cerveja do carrinho de "snacks" do avião, acionou a saída inflável e disse: "Para todos que demonstraram dignidade e respeito nos últimos 20 anos, meu muito obrigado pela viagem", e depois escorregou para a liberdade.

Leremy / Shutterstock.com

Slater ainda chegou a ser processado por imprudência e pagou um valor de R$ 33 mil reais à empresa.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Os 10 pedidos de demissão mais criativos e divertidos que você vai ver hoje!

2. Demissão em formato de bolo

2013 foi a gota d'água para Chris Holmes, que também trabalhou em Aeroporto. Mas, ele decidiu ser criativo e escreveu uma carta de demissão... na cobertura de um bolo! Todos acharam bem divertida a ideia, ate mesmo os seus chefes que receberam o doce. Hoje, Holmes segue feliz com seu negócio de bolos.

Anton Mikhmel StudioNW/ Shutterstock.com

3. Dancei para o chefe

Marina Schifrin estava cansada do método como o trabalho estava sendo realizado e, quando surgiu uma oportunidade em Taiwan, decidiu pedir demissão fazendo uma crítica ao emprego. Nela, Marina "ensina" o chefe a dança "break" ao som da música "Gone", de Kenye West, sozinha no escritório às 04:30 da manhã.

"Meu chefe se importa apenas com a audiência dos vídeos. Então, vou fazer um vídeo próprio", disse a designer de animação e logo em seguida deixava claro no vídeo: "eu me demito".

Quase 20 milhões de visualizações não foram o suficiente para deixar o vídeo no ar. A publicação foi removida por infringir os direitos autorais.

4. Nu

Parece brincadeira, mas em 2012, o tipógrafo Luke Benge trabalhava na "Beat", uma publicação impressa australiana bem popular. Ele fez um autorretrato nu e o pôs, não numa página escondida... Mas, na capa da revista! A edição falava sobre a banda britânica "Kaiser Chiefs".

Hanna Kuprevich / Shutterstock.com

A "arte" mostrava seus órgãos sexuais e os chefes de Luke não conferiram a versão final antes da impressão. Só souberam do ocorrido depois que 35 mil cópias rodaram Melbourne inteira.

Fonte: BBC

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: "Você está demitido!": Gugu, Palmirinha, Justus e outros famosos que foram para a rua e nem se despediram do público