4 dicas para bebê dormir que são populares, mas devem ser

CELEBRIDADES

4 dicas para bebê dormir que são populares, mas devem ser deixadas de lado

Date March 10, 2018 14:27

Um dos maiores desafios para os pais de um bebê é colocá-lo para dormir. Às vezes o coração fica apertado quando o chororô aumenta e não se sabe mais o que fazer para acalmar o pequeno.

E é nessas horas que aparecem os tais “conselheiros de plantão”. Cada um dá uma dica diferente, o que no final acaba deixando os pais ainda mais confusos.

Para facilitar esse processo, revelamos a seguir algumas práticas geralmente consideradas eficazes, mas merecem ser deixadas de lado.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Massagear estes pontos do pé pode acalmar um bebê chorando ou irritado

1) Deixar o bebê chorar

Monkey Business Images / Shutterstock.com

Muitas tias, avós e até pediatras já disseram que não se deve pegar o bebê no colo toda vez que ele chorar e aconselharam a deixá-lo chorando um pouco antes de fazer isso, para que ele aprenda a acalmar-se sozinho.

A teoria é fácil, mas só os pais entendem como é difícil aplicá-la no dia a dia. A boa notícia é que, na verdade, atender o bebê assim que ele começa a chorar fará com que ele saiba que não está sozinho e se sinta seguro. Isso sim vai ajudá-lo a acalmar-se. À medida que ele desenvolver autoconfiança e confiança nos pais, entenderá que tem a sua volta o que realmente precisa.

2) Não dar chupeta na hora de dormir

Africa Studio / Shutterstock.com

Esse é um dos maiores dilemas dessa fase, mas de acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), a melhor opção é deixar o bebê com a chupeta na hora de dormir, pois isso é capaz de diminuir até 90% o risco de morte súbita.

3) Dar mamadeira para o bebê dormir mais

Ao contrário do que muitos pensam, deixar o bebê de estômago cheio antes de dormir pode aumentar o risco dele se tornar obeso.

4) O bebê deve dormir em seu quarto

kryzhov / Shutterstock.com

É verdade que um recém-nascido precisa aprender a dormir no próprio quarto, mas isso não quer dizer que seja errado deixá-lo passar algumas noites no quarto dos pais. Ainda segundo a AAP, o risco de morte súbita pode ser reduzido de forma significativa nos doze primeiros meses quando tal prática é adotada.

Mas é importante esclarecer que isso não significa que ele deve dormir na cama dos pais. Por mais que durmam no mesmo quarto, o ideal é que o bebê fique no berço, que pode ser colocado ao lado deles.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Benefícios da massagem para bebês: soninho tranquilo e alívio de cólicas