Guia Definitivo da Artrose: o que é, como identificar e tratamento

INSPIRAÇÃO

Guia Definitivo da Artrose: o que é, como identificar e tratamento

Date September 26, 2017 02:50

Também chamada de osteoartrite, a artrose afeta, aproximadamente, 20% da população mundial. Ao contrário da artrite, que causa inflamação nas articulações, a artrose provoca a degeneração das cartilagens e, normalmente, é diagnosticada em pessoas com mais de 40 anos, que é quando as articulações já começam a sentir os impactos da vida.

A cartilagem serve como uma almofada protetora das articulações e, conforme esse amortecedor se desgasta com o tempo, as articulações entram em contato direto uma com a outra, o que causa a dor.

Aproximadamente, 10 milhões de brasileiros convivem com a artrose, doença caracterizada pela dor nas juntas, especialmente, durante a realização de alguma atividade física.

As articulações que sentem mais as ações do tempo são as das mãos, joelhos, quadril e coluna, embora a doença possa acometer várias articulações ao mesmo tempo

Principais causas da artrose

  • Movimento repetitivo das articulações no trabalho ou durante a prática de alguma atividade física;
  • Alterações hormonais;
  • Alta flexibilidade articular, como ocorre com os atletas de ginástica olímpica;
  • Traumatismo;
  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Genética.

Diagnóstico da artrose

Os pacientes costumam sentir muita dor, rigidez, dificuldade de movimentação das articulações e inchaço. O diagnóstico pode ser feito por um ortopedista ou reumatologista, que consegue constatar suas suspeitas através de exames de raio-X e ressonância magnética.

Tratamento da artrose

  • Fármacos: analgésicos para diminuir a dor, anti-inflamatórios e medicamentos de estrutura.

Vale ressaltar que os analgésicos devem ser usados com moderação. Afinal, a dor é uma forma que o corpo encontra para avisar que aquela articulação está sobrecarregada. Não tente mascarar isso.
  • Terapia alternativa: pilates, fisioterapia, alongamento, acupuntura e musculação (que reforça a musculatura da região afetada).
  • Óleos essenciais: massagem com óleo de gengibre, manjericão ou lavanda podem ajudar a desinflamar.
  • Alimentação: alguns alimentos com propriedades anti-inflamatórias podem ser acrescentados à dieta, como frutas cítricas, frutas vermelhas, vegetais e peixes.

O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.

Recomendado para você: O guia definitivo da hipertensão: o que é, de que forma atua no corpo e como evitar