2 hormônios são a chave das dietas e do metabolismo: a ins

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

2 hormônios são a chave das dietas e do metabolismo: a insulina e a leptina

Date November 8, 2017 02:59

Tem gente que já fez de tudo o que é dieta: da lua, da sopa, alcalina, da Cabala, vegetariana, low carb, Dukan e muitas outras com nomes diferenciados. E o resultado nem sempre é como o esperado. Então a pessoa consulta um nutricionista e um personal trainer e não consegue resultado. O que poderia ser?

Será que a culpa é dos hormônios? Sim, pode ser. Existem dois hormônios que são a chave das dietas e do metabolismo. Eles se chamam insulina e leptina.

gettyimages

Recomendado para você: Dieta alcalina é a preferida das celebridades para desintoxicar, emagrecer e proteger a saúde

A leptina é um hormônio pouco conhecido, mas essencial para regular o gasto de energia. Ele define a saúde e longevidade. É por meio da quantidade de leptina que a nossa mente nos envia a informação de fome ou saciedade e se o corpo deve armazenar ou não mais gordura e o quanto de energia ainda tem disponível.

Já a insulina é um hormônio mais popular e conhecido principalmente por pessoas que tem diagnóstico ou previnem diabetes. Ele é produzido no pâncreas, que controla a entrada de glicose nas células e é fundamental no metabolismo.

gettyimages

Os dois hormônios – leptina e inslina – são fundamentais para a saúde porque trabalham juntos para monitorar a qualidade do seu metabolismo.

Quando os níveis destes dois hormônios estão muito baixos, pode acontecer de uma pessoa comer e continuar com a sensação de fome.

gettyimages

É possível aumentar e controlar os níveis de leptina de diferentes formas, como por exemplo, reduzir o consumo de frutose e carboidratos simples, evitar dietas muito radicais, comer muitas frutas, verduras e hortaliças, evitar açúcar ou adoçante, comer muitos alimentos ricos em zinco (espinafre, frutos do mar, nozes, cacau, etc), evitar se estressar, praticar exercícios físicos e dormir ao menos oito horas por dia.

Veja também: O poder do limão vai muito além dos benefícios para a saúde. Ele favorece o emocional, o sono e melhora até a insônia


O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.