Existe vida após o divórcio e até um novo amor

Família & Crianças

Há algum tempo atrás, a palavra "divórcio" era quase um tabu. Nos tempos de nossos pais e avós, existia uma convenção social de que casamento deveria ser para a vida inteira e que a mulher que se divorciada ficaria “mal falada”.

Hoje em dia a coisa mudou para outro extremo. O divórcio é algo cada vez mais comum. Só em 2016, foram realizados mais de 300 mil divórcios, um aumento de 4,7% em relação a 2015.

Antonio Guillem / Shutterstock.com

Recomendado para você: Sem burocracia: casais britânicos podem pedir divórcio pela Internet

Ninguém se casa pensando em se separar. A sociedade ainda tem uma fantasia de “serão felizes para sempre” ou aquela frase do “até que a morte os separe”. Até por isso que divórcio nunca é um processo fácil, mas uma coisa é certa: dói, mas passa.

Cada pessoa sente e lida com a separação de uma forma diferente, mas no geral, a sensação é de um luto e por isso, é preciso ter  calma para que as coisas possam se encaixar em seus determinados lugares. Para cada um será de um jeito e em determinado tempo.

wk1003mike / Shutterstock.com

Um relacionamento necessita de investimento de tempo, energia e doação para o outro. É como uma planta que precisa ser regada o tempo todo. É um movimento de dentro para fora.

Quando este relacionamento termina, o processo passa a ser inverso. O investimento de tempo e energia precisa ter um sentido revertido, para si e para o fortalecimento do amor próprio.

Antonio Guillem / Shutterstock.com

Nem sempre esse processo é rápido e simples. É preciso calma e paciência consigo mesmo e deixar o tempo trabalhar. Quando menos se percebe, a vida seguiu em frente e então é se conclui que é possível ser feliz após um divórcio e até viver um novo amor.

Fonte: Psicologias do Brasil

Veja também: 5 maneiras de diminuir o impacto do divórcio na vida dos filhos