Outubro Rosa: após cirurgia para retirada de mamas, americana tatua o símbolo da mulher maravilha

Notícias

October 24, 2017 13:54 By Fabiosa

Todos os anos, no mês de outubro, o mundo inteiro se reúne para falarmos sobre prevenção, cuidados e tratamentos para o câncer de mama. Uma onda de informação importante chega até nós para que possamos entender e criar mais consciência, porque dessa forma também aprendemos a lidar melhor com a questão.

Também é um mês de se emocionar com tantas histórias de superação, que nos ajudam a ter força e a perceber como as pessoas despertam em si tanta força diante da adversidade.

E quando o mês de outubro acaba, a semente plantada continua a germinar.

Recomendado para você: Outubro Rosa: estudiosos descobrem bactéria relacionada ao câncer de mama

A história de emoção desta vez é a da americana Stephanie Kelly, 42 anos. Ela acompanhou toda a trajetória da mãe ao lutar contra o câncer. Quando descobriu que tinha a herança genética para a doença, decidiu fazer uma mastectomia preventiva dupla.

Esse tipo de cirurgia tem sido uma opção de muitas mulheres para a retirada de glândulas mamárias e a estimativa é que esse procedimento reduza em 90% o risco de câncer de mama. Mãe de quatro filhos, Stephanie conta que gostava dos seios e é grata porque amamentou todos os filhos, mas reflete que a decisão em si foi fácil quando pensou na possibilidade de ficar doente e ter que fazer quimioterapia.

My famous self here... getting ready for a big ol needle in my spine

Uma publicação compartilhada por stephanie kelly (@stephanie_jane_kelly) em

No lugar das mamas, em cima das cicatrizes, Stephanie Kelly tatuou o símbolo da mulher maravilha como uma referência à força e à heroína. Em seu Instagram, no post em que mostra a tatuagem ela criou uma campanha de ajuda às organizações que atuam em pesquisas contra o câncer de mama.

Veja também: Whindersson Nunes faz publicação pelo ‘Outubro Rosa’ com a mãe