Brasileiras voluntárias mudam a realidade de milhares crian

INSPIRAÇÃO

Brasileiras voluntárias mudam a realidade de milhares crianças na África com bonecas feitas à mão

Date 16 de março de 2018

Todo mundo já teve infância e sabe como o brincar é importante para o desenvolvimento emocional, psicológico e cognitivo das crianças. Quando se vive em um ambiente de doenças, de pobreza, de abusos sexuais e psicológicos, o brincar é algo que talvez não tenha espaço. Nestes cenários é ainda mais importante que essas crianças possam vivenciar o lúdico.

Essa foi a percepção da psicóloga Michele Bordinhon, que mora em Jundiaí (SP) e criou o “Projeto Bunekas”.  Tudo começou quando seu marido, que é médico, foi realizar um trabalho voluntário em Guiné, na África, por meio da ONG Agência da Saúde das Nações (ASN).

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Menino de 5 anos limpa mais de 20 praias na Irlanda do Norte

Desde que acompanhou o marido em uma destas expedições, Michele observou que os meninos brincavam com bola, já as meninas não tinham uma atividade em comum, não brincavam e pareciam sempre tristes.

Então, a psicóloga teve a ideia do projeto e começou a organizar oficinas para mulheres aprenderem a confeccionar bonecas de pano negras.

Essas bonecas são enviadas para as meninas que vivem em comunidades em situação de vulnerabilidade social na África.

As bonecas são desenvolvidas com cada detalhe planejado de forma que possa levar significados a essas crianças, desde o cabelo, o vestido e a calcinha. Elas também possuem turbante de pano, são borrifadas com óleo de bergamota, que além de funcionarem como repelente natural, previnem a depressão infantil. As bonecas são criadas para que fiquem parecidas com as características das meninas para que elas possam criar uma identificação.

A psicóloga calcula que já foram enviadas mais de 500 bonecas e beneficiando muitas meninas.

 RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Menina de 7 anos não segura as emoções ao ganhar um bolo de aniversário e foto vai derreter o seu coração!