Cientista descobre uma virtude entre os casais que é mais i

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Cientista descobre uma virtude entre os casais que é mais importante do que o amor para fazer o relacionamento durar

Date January 31, 2018 15:44

O amor, a paixão, a amizade, a união e a alegria. Esses são alguns requisitos importantes em um relacionamento. Mas, afinal, por que tantos casais possuem algumas destas virtudes e mesmo assim ainda não conseguem ficar juntos?

fizkes / Shutterstock.com

Para tentar descobrir esse mistério, o doutor em psicologia, Leon F. Seltzer , trabalhou por mais de 35 mil horas para identificar o que falta para que casais, mesmo tendo sentimentos, não conseguem se comunicar para se entender.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 6 indícios de que o relacionamento não vai muito longe

Então ele descobriu que mesmo diante de tanta conexão, existe uma única virtude essencial para que os casais se entendam: a empatia.

CREATISTA / Shutterstock.com

Essa palavra significa basicamente a capacidade de se colocar no lugar do outro e entender emocionalmente o que o outro está sentindo, mesmo concordando ou não. As pessoas que são empáticas tentam entender o lugar do outro, o contexto de realidade que o outro vive e como ele está enxergando a vida.

Parece ser complexo, porque geralmente olhamos a situação apenas a partir de nosso ponto de vista e o defendemos até o final. A partir disso, começam os ruídos de comunicação e mesmo que os casais tentem se entender, por se amarem, não conseguem.

Tsomka / Shutterstock.com

A boa notícia é que a empatia é uma virtude que pode ser desenvolvida ao longo da vida e a melhor época é na infância, nos primeiros contatos sociais com familiares e amigos naqueles momentos de aprender dividir o brinquedo, quando o amigo se machuca ou quando está triste por algum motivo.

Na vida adulta, o relacionamento amoroso funciona como um espelho, em que por meio do sentimento e do exercício de entendimento, pode ser desenvolvida a humildade de se colocar no lugar do outro ao invés de se tentar ter sempre razão.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: No meu tempo o amor era importante — Por que não se faz mais relacionamentos como antigamente?