Jovem do Piauí está entre as únicas mulheres negras diplo

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Jovem do Piauí está entre as únicas mulheres negras diplomatas no Itamaraty

Date February 1, 2018 13:04

Não é novidade para ninguém que as mulheres ainda são minoria em cargos de alto escalão, tanto na esfera pública quanto privada.

Apesar de a população ser composta pela maioria do gênero feminino e embora as mulheres sejam mais escolarizadas e dominarem as aprovações em concursos públicos, elas ainda ocupam apenas 15,8% dos cargos políticos no Governo do Distrito Federal.

Monkey Business Images / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher apresenta o novo “look” para marido e sua reação é apaixonante!

No Legislativo, apenas 20,8% das mulheres ocupam o plenário e no Congresso Nacional, a porcentagem feminina é de apenas 12,5%, de acordo com informações do jornal Correio Braziliense.

Aos poucos essa realidade vem se modificando, com mulheres cada vez mais mostrando seus potenciais e conquistando seus lugares.

É o caso de Luana Alessandra Roeder, com apenas 28 anos, negra e uma das poucas diplomatas mulheres com uma posição no Itamaraty, no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília.

Esse fato já enche os brasileiros de orgulho. E causa ainda mais admiração ao conhecermos a história de Luana. Ela nasceu no Piauí e foi abandonada, sendo levada para um Orfanato e felizmente foi adotada por uma alemã chamada Reinhild Roeder, sendo criada em Barra Grande, litoral do Piauí.

Com todo o incentivo da mãe adotiva, que sempre acreditou que ela tinha muita inteligência, Luana decidiu que queria ser diplomata ainda no ensino médio e cursou Relações Exteriores na Universidade de Brasília, onde morou nos últimos anos.

Andrii Kobryn / Shuttesrtock.com

Em 15 de janeiro, Luana recebeu a resposta de aprovação no concurso público e já tomou posse no Itamaraty.

Parabéns, Luana! Esse é um motivo de orgulho não só para a mãe dela, mas para todas as mulheres que acreditam merecer um lugar de destaque.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher nota que o seu leite materno está saindo cor-de-rosa e leva um baita susto