Alguns filmes inspirados em livros foram odiados até pelos

CELEBRIDADES

Alguns filmes inspirados em livros foram odiados até pelos próprios autores

Date January 10, 2018 17:46

Quantas vezes nos apaixonamos por um determinado livro e depois, ao ver a versão da obra no cinema, ficamos decepcionados?

O contrário também pode acontecer: assistimos a um filme e saímos correndo para comprar o livro e nos apaixonamos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Nicole Kidman passou por uma transformação drástica para seu novo papel no filme “Destroyer”

É previsível que este tipo de frustração aconteça, afinal, da linguagem escrita do livro para o audiovisual, existe uma grande diferença.

Mas é de surpreender que alguns filmes clássicos do cinema foram motivos de frustrações dos próprios autores. Vamos conhecer alguns:

Laranja Mecânica: o autor Anthony Burgess disse em entrevistas ter odiado a versão de seu livro no cinema. Segundo ele, o longa enfatizou os aspectos sexuais e violentos e disse que isso ficaria com ele até sua morte.

© A Clockwork Orange / Warner Bros.

O Iluminado: este é um filme adorado pelos cinéfilos, mas desagradou profundamente o autor Stephen King. Apesar da admiração pelo diretor Stanley Kubrick, o autor disse que o filme não transmitiu a verdadeira essência do Hotel Overlook e o ator Jack Nicholson não era para ter feito o papel de um lunático.

Forrest Gump: o autor Winston Groom reclamou que os produtores modificaram demais a obra original para fazer o longa. E para reforçar a decepção de Winston, não pagaram os 3% dos lucros do filme e esqueceram de citar seu nome na parte dos agradecimentos. O filme arrecadou mais de 670 milhões de dólares, sem contar os 6 prêmios.

Em compensação, alguns filmes surpreenderam por serem fiéis e conseguirem superar o desafio de transmitir a história com bastante perfeição em relação ao livro. São eles:

Ensaio sobre a cegueira: o autor português José Saramago declinou muitas vezes a adaptação do livro em um filme, porque dizia que o cinema acaba com a imaginação. Quando, por fim, o autor permitiu que fosse feita a adaptação, Fernando Meirelles não decepcionou e despertou muitos elogios.

Into the Wild: o filme ganhou o coração dos cinéfilos porque além de contar a história de Christopher, também surpreendeu pelo cenário e pela trilha sonora de Eddie Vedder.

E para você, qual foi a pior e a melhor adaptação do livro para o filme?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Jono Lancaster: A história inspiradora por trás do filme “Extraordinário”