Apneia do sono: saiba quais são os principais sintomas e al

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Apneia do sono: saiba quais são os principais sintomas e algumas formas naturais de prevenção

Date 11 de março de 2018

A apneia do sono é uma síndrome que causa a obstrução da respiração durante o sono, e pode ser obstrutiva ou central. A apneia obstrutiva, a mais comum, acontece quando há um bloqueio total ou parcial da passagem de ar. Já a apneia central está relacionada ao sistema nervoso.

Essa síndrome está relacionada com outras doenças, como hipertensão, diabetes, depressão e até mesmo câncer. Por isso, é importante ter atenção a alguns sintomas e formas de evitar o desenvolvimento da apneia do sono.

Africa Studio / Shutterstock.com

Sintomas da apneia obstrutiva

O ronco é o sintoma mais conhecido. Porém, outras características que podem representar a apneia são: sensação de falta de ar ao acordar; dor de cabeça; cansaço e irritabilidade; boca seca; congestão e infecção respiratória; sonolência.

Sintomas da apneia central

Pode-se citar a fadiga, o movimento interno da caixa torácica ao respirar, o costume de respirar pela boca e até distúrbios de aprendizagem.

Antonio Guillem / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Não consegue dormir, dorme em hora errada ou acorda à noite? Entenda os diferentes tipos de distúrbios do sono

Fatores de risco

Algumas características da pessoa podem representar um fato de risco: ter o maxilar inferior menos que o superior; pescoço longo; obesidade; lesões no sistema nervoso; irregularidades cardíacas e respiratórias; anemia e refluxo gastroesofágico.

Prevenção

Entre as atitudes para evitar desenvolver esse problema, é importante sempre manter hábitos saudáveis, com um peso controlado, evitar bebidas alcoólicas e cigarro, controlar estresse. Também é essencial tratar problemas de alergia respiratória e metabolismo lento.

tommaso79 / Shutterstock.com

Recomendações de tratamento

Entre as formas de tratamento, a terapia para os músculos orofaríngeos é um dos métodos naturais indicados para diminuir os sintomas da síndrome. São exercícios práticos e fáceis capazes de melhorar a qualidade de vida daqueles que passam por esse problema. A seguir, alguma das formas de realizar esses exercícios:

1. Pronuncie as vogais expulsando o ar pela boca durante 3 minutos todos os dias. Esse exercício melhora a respiração ao dormir.

2. Pronuncie as vogais abertas (A, O) enquanto inala ar pelo nariz ou pronuncie palavras que tenham sons longos nos encontros vocálicos, como teatro e leão.

3. Encha bexigas, soprando entre 5 e 6 vezes profundamente e não soltando.

4. Pratique exercícios faciais, abrindo bem a boca e, em seguida, fazendo pressão nos lábios por 10 segundos.

5. Coloque a ponta da língua no palato, atrás dos dentes superiores. Em seguida, respire e inspire lentamente, fechando depois a boca por 5 segundos e, finalmente, solte o ar.

Por fim, tente manter hábitos saudáveis de sono, desligando cedo a TV para não se distrair e usando sempre roupas confortáveis. Também é bom lembrar de fazer refeições leves antes de se deitar.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Apneia do sono: todos os sintomas e os fatores de risco associados


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.