Pássaros dormem voando e não caem! Descubra como isso é p

CELEBRIDADES

Pássaros dormem voando e não caem! Descubra como isso é possível

Date March 8, 2018 13:10

Você sabia que as aves dormem enquanto voam para poder conseguir viajar durante horas sem parar? Por mais que pareça impossível, isso é verdade. Durante décadas, isso foi um questionamento e enfim foi resolvida pelo cientista alemão Niels Rattenborg, do Instituto Max Planck de Ornitologia na Baviera, e sua equipe, em uma pesquisa realizada nas ilhas Galápagos.

Joachim B / Shutterstock.com

A equipe conseguiu comprovar que os pássaros dormem algumas vezes com um hemisfério cerebral acordado e outras vezes dormem nos dois hemisférios, mas ainda assim mantém o seu controle aerodinâmico.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pesquisadores descobrem porque algumas espécies de aves têm penas superpretas

A espécie que foi objeto do estudo foram as fragatas (fragata minor). Elas se alimentam exclusivamente no mar e, ao contrário de outras aves, não conseguem descansar em cima das águas, pois suas penas não são impermeáveis. Por isso foram escolhidas para serem o foco da pesquisa. Elas também são grandes e aguentam o peso de um leitor de ondas cerebrais e do GPS utilizados na pesquisa.

Uwe Bergwitz / Shutterstock.com

A pesquisa apontou que essas aves conseguem dormir de diversas maneiras. Um dos modos é através do sono de ondas lentas, que pode ocorrer em um ou em ambos os hemisférios cerebrais. Quando ocorrer só em um, o chamado sono uni-hemisférico, a ave permanece com o olho oposto ao hemisfério aberto. Outra maneira de dormir é através do sono de movimentos oculares rápidos, o chamado REM, mas esse dura em média só cinco segundos.

A maneira de dormir com os dois hemisférios ainda é incerta. Porém, os cientistas afirmam que ela ocorre porque as aves conseguem manter as asas abertas enquanto dormem, em posição de planar.

Gail Johnson / Shutterstock.com

No total, as fragatas só dormem em média 42 minutos por dia. Os cientistas ainda não descobriram ao certo como as aves conseguem funcionar bem com tão pouco tempo de sono. Mas acrescentam que essa pesquisa pode ajudar a compreender o impacto da falta de sono na espécie humana. Já existem inclusive estudos que apontam que o ser humano é capaz de dormir de forma menos profunda com o hemisfério esquerdo quando se encontra em um ambiente novo. Assim, ele é capaz de reagir mais rapidamente em caso de risco.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Veja a incrível dança desta revoada de pássaros!