Vencendo barreiras! Conheça a ginasta com síndrome de Down

NOTÍCIAS

Vencendo barreiras! Conheça a ginasta com síndrome de Down que dá show de superação e já ganhou várias medalhas

Date 27 de março de 2018

O esporte pode ser uma importante ferramenta de inclusão social. Porém, ele ainda pode apresentar barreiras e limitações que acabam excluindo as pessoas com deficiência. É o que acontece com os atletas que têm síndrome de Down. Mesmo com competições específicas, esses profissionais ainda encontram dificuldades. E a história dessa incrível atleta americana vem para servir de inspiração.

Chelsea Werner é uma ginasta de 23 anos, nascida na California, Estados Unidos. Ela treina ginástica artística desde os 4 anos para fortalecer os músculos. Mas o que parecia “impossível” para muitos, tornou-se real para Chelsea e ela acabou adentrando nas competições esportivas.

Com 8 anos, ela começou a treinar na Special Olympics, organização que apoia atletas com deficiência, mas em 2006, o programa infelizmente foi cortado. Não desistindo, os pais de Chelsea criaram a Chelsea’s Quest, uma ONG para arrecadas fundos para que a menina continuasse treinando.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ela tem síndrome de Down e, apesar da descrença alheia, conseguiu se formar com sucesso

Chelsea, no começo, não entendia que aquilo era uma competição e ficava em último lugar nos campeonatos. Porém, quando percebeu que precisaria se esforçar para conseguir medalhas, os treinos mudaram e ela passou a se dedicar 16 horas por semana.

Logo, o esforço deu resultado e em 2012 ela conquistou o 1º lugar no Campeonato Nacional da Special Olympics. Ela também foi convidada para representar seu país no primeiro Campeonato Mundial de Síndrome de Down, em Londres. E ganhou mais medalhas!

Agora, Chelsea já apareceu em vários comerciais de TV, na Semana de Moda de Nova York e trouxe visibilidade para a causa da inclusão social. E aquela menina que mal conseguia ficar em pé na trave olímpica, agora fica de pé em uma arena lotada, e mostra que é possível, sim, com esforço e dedicação, chegar aonde quiser.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: No Dia Internacional da Síndrome de Down, repórter da Globo posta homenagem para filha Mariana e comove seguidores!