Cientistas concluem que cães possuem partes do cérebro em

ANIMAIS

Cientistas concluem que cães possuem partes do cérebro em comum com os humanos e também sentem!

Date July 11, 2017 18:33

O cientista Gregory Burns e seu grupo de pesquisa trabalharam com este projeto por dois anos, onde cães foram submetidos à exames de ressonância magnética, com a autorização de seus donos. Depois de treinar e analisar dezenas de cães, eles chegaram à conclusão de que cães também são humanos.

A experiência é nova, pois, ao contrário de todas as outras realizadas até o momento, o mapeamento do cérebro canino foi feito com os animais acordados. A medicina veterinária dizia ser possível escanear os animais apenas com anestesia, por conta do grande barulho da máquina e o fato do cão ter que ficar imóvel.

G1

Gregory começou com sua cadelinha Callie, ele a treinou em uma máquina de ressonância falsa por meses, até que ele conseguiu fazer o exame de verdade. Os cientistas tentaram tratar os animais como se fossem humanos durante os testes, os permitindo abandonar o local a qualquer momento que quisessem.

Como a vontade de saber como os seus mascotes pensavam era grande, diversos donos de cães procuraram a equipe para que seus animais fizessem parte do estudo, e isso garantiu o sucesso do projeto.

G1

Os cientistas então conseguiram concluir que ambos animais e humanos possuem uma área do cérebro em comum: o núcleo caudado. Durante os testes, esta área reagia quando os cães sentiam cheiros de comida, pessoas conhecidas e quando o dono retornava ao seu encontro. O núcleo caudado é responsável pelo processamento de emoções positivas, como amor e apego afetivo, o que coloca os animais e uma criança humana no mesmo nível.

Portanto, sim, seu cãozinho sabe o que é amar! E quando você o abandona é como se fosse o fim de sua vidinha...

Recomendado para você: 10 fotos adoráveis mostram o antes e o depois do crescimento de cachorros!