Cientistas descobrem supercolônia com 1,5 milhão de pingui

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Cientistas descobrem supercolônia com 1,5 milhão de pinguins na Antártida

Date March 6, 2018 13:19

Utilizando um drone, cientistas britânicos descobriram uma colônia com cerca de 1,5 milhão de pinguins na Antártida. O imenso grupo é da espécie pinguins-de-adélia (Pygoscelis adeliae) e está no ponto mais ao norte da península da Antártida.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Nelson: o porco-espinho, sem espinho, mais fofo da internet

De acordo com os pesquisadores, as aves foram notadas, pela primeira vez, quando apareceu uma grande mancha causada por seus excrementos em imagens feitas do espaço. Todos estão concentrados em um arquipélago rochoso, próximo a Ilhas Danger.

De acordo com Tom Hart, da Universidade de Oxford, do Reino Unido, eles estão em um local de difícil acesso e não imaginavam que poderia ter uma colônia deste tamanho. “O tamanho do que encontramos nos deixou sem fôlego. Pensamos: 'Uau! Se o que estamos vendo é verdade, essas são as maiores colônias de pinguins-de-adélia do mundo, e valerá a pena mandar uma expedição para contá-los adequadamente", disse.

gettyimages

Para fazer imagens do local, eles tiveram que utilizar dois recursos, a de localização por algoritmos e um drone. Eles primeiro usaram o sistema de código para buscar, em imagens de satélite, possíveis locais em que haveriam atividades de pinguins.

Já o drone foi utilizado para fazer imagens do local, que tem difícil acesso. Com os aparelhos eles tiveram um enquadre melhor de toda ilha e a vantagem de fazer dezenas de fotos por segundo. Depois juntaram todas a imagens para ver o território completo em duas e três dimensões.

gettyimages

As fotos revelaram que no local haviam 751.527 pares, que habitam a terceira e quarta maiores colônias do mundo desta espécie. Para os cientistas, os resultados do trabalho tem uma forte importância, pois eles têm registrado uma queda na população dessa espécie de pinguim em outros locais.

Os cientistas acreditam que essa colônia pode estar ligada ao desgelo do mar, que é importante para proliferação de krill, um dos principais alimentos dos pinguins.

Ou seja, essa descoberta pode ser animadora, mas preocupante também, pois é mais um sinal do aquecimento global.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ela adotou uma tartaruga de 40 quilos e três cachorrinhos: Agora eles são a família mais divertida do bairro