6 coisas que você precisa abrir mão em prol de uma vida ma

INSPIRAÇÃO

6 coisas que você precisa abrir mão em prol de uma vida mais plena

Date July 31, 2017 10:15

Se a sua vida parece estar entalada até o topo com responsabilidades e compromissos, isso pode dizer que você está tirando mais estresse do que alegria da sua rotina agitada. Uma coisa é certa, sempre haverá coisas que você deve fazer, problemas que você deve resolver, quer você goste ou não!

Mas fora isso, há muito no seu dia que você tem o controle. Do mesmo jeito que se pode desligar o celular enquanto dorme, você também pode se abdicar de alguns hábitos tóxicos e dar espaço para aquilo que realmente importa. Saiba como:

1. Se desprenda dos pensamentos negativos

Sebastian Gauert // Shutterstock.com

Sabemos que às vezes é impossível evitar pensar negativamente quando algo dá errado. É natural se chatear com o ônibus que passou antes de você chegar no ponto ou com o aumento na conta de luz, mas você não pode ficar focado somente nas coisas que estão dando errado na sua vida.

Tente treinar para "mudar a chave" toda vez que pensamentos ruins invadirem sua cabeça. Você deve ser capaz de substituir completamente o pensamento negativo para algo que envolva sua concentração total e que te tire de toda aquela negatividade.

2. Desapegue de roupas que não servem mais

Roupas desatualizados ou que não cabem mais servem apenas para ocupar um espaço valioso no seu armário, além disso, elas também consomem muita energia emocional. Se você está guardando aquelas roupas velhas porque fez uma promessa que ia emagrecer, você, de certa forma, também está carregando uma culpa por não ter conseguido atingir esse objetivo.

Desapegue e doe suas roupas para quem está precisando.

3. Chega de recorrer à função "soneca" do alarme

Christian Delbert // Shutterstock.com

Se você está sempre prorrogando o alarme para mais cinco minutos de sono, isso provavelmente está acabando com o seu humor logo de manhã. De qualquer forma, o seu sono já foi interrompido e a melhor coisa que você pode fazer é levantar da cama e começar seu dia.

Acordando esses minutos mais cedo, você terá tempo para fazer uma ioga matinal, ou sair mais cedo e evitar o trânsito. Essas horas de sono inconsistente serão transformadas em algo muito mais produtivo.

4. Fuja dos relacionamentos tóxicos

Todos nós temos aquela pessoa que consegue nos fazer sentir pior depois de passar um tempo com ela. Se você tem um relacionamento tóxico em sua vida, evite-o. Você pode não ser capaz de cortar completamente o vínculo com essa pessoa, mas você pode se afastar e não se entregar tanto para essa relação.

5. Quebre o vício de reclamações

wavebreakmedia // Shutterstock.com

É claro que é gratificante poder desabafar sobre um problema, mas você não quer que isso se torne um hábito. Além de se tornar uma pessoa "reclamona" você estará levando essa negatividade para outras pessoas. E reclamar também se torna um ciclo vicioso, pois quanto mais você se prende ao que está dando errado, menos atenção você presta ao que está dando certo na sua vida.

6. Fuja do vício nas mídias sociais

Fique calma, você não precisa excluir todas as suas contas nas mídias sociais. Apenas tente reduzir, limitando-se a apenas uma ou duas contas. Vou te contar um segredo: você provavelmente não sentirá falta! Outra sugestão é limitar o tempo que você passa acessando essas mídias, limite o número de acessos a uma vez por período do dia ao invés de acessar o Facebook a todo momento, por exemplo.

Quando você deixa seu celular de lado, você passa a ter mais tempo para relações humanas, para a leitura, exercícios e tudo o que você quiser. No início, pode ser um hábito difícil de deixar, mas ninguém se arrepende.

O mais importante de tudo isso que acabamos de falar é que você precisa dar tempo para que tudo se torne um novo hábito. Vá devagar e tente mudar um de cada vez e, a cada passo que você avançar, vai notar uma mudança positiva na sua vida! Vamos começar?

Recomendado para você: Especialistas recomendam deixar estes 10 hábitos para manter os nervos controlados