6 dicas que ajudarão mamães e papais de primeira viagem

NOTÍCIAS

6 dicas que ajudarão mamães e papais de primeira viagem

Date November 5, 2017 20:46

A logística parece não bater, mas quando o segundo filho vem tudo parece ser mais fácil.  Pode até dar mais trabalho à primeira vista, mas a experiência é quem manda e no final das contas, o sofrimento é evitado.

Seria ótimo se os marinheiros de primeira viagem já chegassem preparados quando o primogênito viesse ao mundo. Mas, é possível. De acordo com a psicóloga Luciana Rocha, que é especialista em maternidade e pós-parto, existem seis dicas que podem nos fazer estar mais experientes para receber o primeiro filho.

Por Tania Kolinko / Shutterstock.com

Aqui estão as 6 dicas que vão fazer você parecer uma mãe (ou pai) de primeira viagem

1. Confiança

Tenha confiança! Segurança é tudo. Às vezes o excesso de segurança acaba nos deixando com muito medo de machucar o filho. Lembre-se: vai dar tudo certo! Cuidado faz bem, mas cuidado demais não faz.

2. Conheça outros bebês

Se você é tia/tio e tem a oportunidade de ficar perto dos seus sobrinhos quando ainda são bebês, ajuda muito. Estar perto de recém-nascidos e de crianças menores e poder dar uma força para seus pais é na verdade um treinamento bem interessante.

Veja também: Bebês com bumbum de abóbora foram a sensação das fantasias de Halloween

3. Evite comparações

Monkey Business Images / Shutterstock.com

Cada criança é uma criança, assim como você é uma pessoa única no mundo. O filho da vizinha pode ter falado e andado primeiro, mas isso não significa que o seu é doente, fraco, pior ou melhor. Sempre que o seu bebê conquistar algo, comemore!

4. Fale com outras mamães

Aprendeu a não comparar? Agora é hora de conversar com as mamães e/ou papais experientes e entender um pouco mais sobre os comportamentos mais comuns a todos os bebês para que você não fique desesperada(o).

5. Sem ajuda é mais difícil

Não é à toa que vivemos em sociedade: uma hora precisaremos do apoio de alguém. Então, é bom ser honesto(a) e pedir ajuda de pessoas mais próximas (parentes, amigos, professores). Não se cobre demais, porque errar faz parte.

6. Não há fórmula mágica

szefei / Shutterstock.com

Você sabe o que é uma absurdo na educação e o que não é. Para criar o seu maior bem é preciso entender: não há fórmula para ser uma boa mãe ou um bom pai. Você precisa entender isso para saber, inclusive, olhar para as críticas depreciativas com autoconfiança e passar por cima delas.

Recomendamos para você: 5 truques de mestre para a criança comer bem