Está mulher eliminou mais de 46 kg revendo o hábito de com

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Está mulher eliminou mais de 46 kg revendo o hábito de comer 4 pães e beber 2 litros de refrigerante por dia

Date January 9, 2018 17:20

Ter a estatura baixa e pesar 94 quilos não é uma realidade interessante para a saúde de ninguém. Foi o que Paloma Neves percebeu em junho de 2016. A empreendedora nunca foi a melhor amiga das balanças, mas decidiu dar um basta quando não conseguia mais respirar normalmente apenas em fazer as atividades corriqueiras do dia a dia.

Hoje, aos 28 anos, ela conseguiu eliminar 46 quilos com exercícios, mas principalmente cortando do seu cardápio alimentos que mudaram completamente o seu corpo.

Como Paloma é baixa, cada quilo que ele acumulava fazia diferença em frente ao espelho. Em entrevista à página Viver Bem, no Facebook, ela disse que tentou todo o tipo de dieta sem noção que apareceu em sua frente, principalmente porque sempre que aumentava de peso, via o seu rosto arredondar mais e mais.

Mesmo sem acompanhamento ou prescrição médica, Paloma chegou a tomar remédios. Mas, isso se tornava um problema ainda maior, pois ela perdia um pouco de peso e em pouco tempo engordava muito mais que antes.

O problema da administradora de empresas era, principalmente, sua dificuldade em controlar os hábitos alimentares.

"Há três anos me casei e foi aí que minha alimentação piorou e ganhei ainda mais peso. Comíamos ao menos três vezes por semana 'fast-food' e massas gordurosas no almoço. As quantidades eram sempre exageradas. Bebia dois litros de refrigerante por dia, comia até quatro pães franceses em uma refeição e cheguei a devorar uma travessa de bolo inteira."

VEJA TAMBÉM: Fabiana Karla: preocupada com a saúde, a comediante emagreceu mais de 35 kg

Hoje, com quase metade do peso de antes, Paloma vê exatamente onde pecava e explica como mudou completamente de vida. Mesmo acima do peso (em excesso), a empreendedora se achava muito bonita. O que a fez querer perder peso foi a saúde. "Percebi que precisava mudar porque sentia falta de ar quando fazia coisas simples, como calçar meus próprios sapatos", explica.

Foi na metade de 2016 que ela decidiu que não deixaria a sua compulsão alimentar ganhar a batalha e começou uma luta consciente contra o ganho de peso. "O primeiro passo foi diminuir a quantidade de pães no café da manhã e trocá-los por versões integrais e tapioca", contou ela ao Viver Bem, que diminuiu no almoço a quantidade de arroz, feijão e farinha de mandioca processada: "aumentei a porção de saladas e grelhados", revelou.

Não foi nada fácil no começo. Ela contou que as primeiras semanas foram complicadas, pois sofreu com a abstinência, sentindo muita fome e ficando tonta em muitos momentos. Paloma não desistiu, pois percebeu que essa era a reação do seu corpo ao se adaptar a uma nova realidade e ainda refletiu: "Acredito que se eu tivesse tido o acompanhamento de um profissional da área, essa fase teria sido menos complicada".

Procurando perder peso mais rapidamente, a empresária se matriculou numa academia e começou com exercícios aeróbicos diariamente. Além disso, duas vezes por semana fazia drenagem linfática. Paloma tinha o objetivo de chegar aos 65 quilos em seis meses.

Hoje, 1 ano e meio depois de ter começado a sua empreitada a favor da saúde e adicionando musculação à sua gama de atividades (além de cuidar mais da alimentação), Paloma está com 48 quilos e incluiu treinos funcionais à sua lista de atividades, pois assim tonifica os músculos e afasta a flacidez para bem longe

A publicação explica o porquê Paloma teve sucesso em mudar completamente de vida em menos de dois anos: "O que aprender com Paloma: Tenha paciência e encare suas fraquezas. Emagrecer é um processo de altos e baixos. Não seja duro com você mesmo".

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 2018 está aí e essas cinco dicas podem fazer qualquer um cumprir a promessa de emagrecer no próximo ano