Restaurador ganha legião de seguidores ao registrar processo de recuperação de pintura do século 17

Notícias

Philip Mould pode não ser muito conhecido aqui pelo Brasil, mas ele tem feito um sucesso enorme no exterior por causa de seu trabalho exemplar em restauração de pinturas que sofreram com o passar dos anos. Além disso, ele também é apresentador de uma das redes de notícias mais famosa do mundo: a BBC.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Quadro de Da Vinci é arrematado por quantia astronômica e quebra todos os recordes já conhecidos

E como se ele já não fosse bastante reconhecido em suas áreas de atuação, ele passou a registrar em vídeo o processo de restauração de uma pintura a óleo que data o século 17.

Com extrema precisão e uma habilidade que parece até ser mágica, ele está conquistando centenas e centenas de seguidores no Twitter, por causa desses registros. Limpando séculos de poeira e detritos, Mould consegue envolver as pessoas que estão assistindo seus vídeos de uma tal forma que faz parecer que estamos participando do processo de limpeza. Aos poucos, a pintura vai voltando a sua forma natural.

Até o momento, sabe-se pouco sobre essa pintura, com exceção da informação de que ela é do ano 1618 e tem em sua superfície a imagem de uma mulher bastante misteriosa, vestindo uma peça vermelha. Na imagem, ela aparenta ter 36 anos.

O vídeo também mostra o trabalho de remoção da camada protetora de verniz, que é sempre aplicada sobre as pinturas, mas que acaba amarelando com o passar do tempo. Pelos cálculos do restaurador, o verniz dessa pintura tem cerca de 200 anos.

Os registros feitos por Philip são cheios de mistérios, o que acaba prendendo ainda mais a atenção de quem assiste aos seus vídeos. Um dos segredos é em relação aos produtos que o restaurador utiliza na pintura.

Como ainda não sabemos quando a restauração estará completa, nos resta admirar os vídeos desse processo.

Fonte: Awebic

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Recuperada e do bem! Lady Gaga participa da reconstrução de casas de vítimas do furacão Harvey

Recomendamos