Síndrome do coração partido é perigosa e pode até matar

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Síndrome do coração partido é perigosa e pode até matar

Date 28 de junho de 2017

Sabe aquela desilusão amorosa ou a perda de alguma pessoa que gostamos muito e que acaba deixando nosso coração partido? Então, esse tipo de sensação de coração despedaçado tem um nome e é chamado de síndrome de takotsubo. Essa síndrome trata-se de distorções no desempenho das funções do coração, depois de algum evento traumático ou estressante.

Esse mal começou a ser estudado pela primeira vez nos anos 90, no Japão.

Victoria 1 / Shutterstock.com

A síndrome apresenta um quadro clínico muito parecido com o do infarto do miocárdio e na maioria das vezes afeta mais as mulheres e pessoas com idades entre 60 e 80 anos.

Segundo uma pesquisa realizada com 52 pessoas, entre 28 e 87 anos, todas diagnosticadas com a síndrome, a maior parte delas teve danos permanentes no coração após situações traumáticas.

E para quem pensa que esse é um tipo de problema que não tem muitas consequências, especialistas em problemas cardíacos estimam que de 3% a 17% das pessoas que sofreram com essa síndrome morreram em no máximo 5 anos depois do diagnóstico.

wk1003mike / Shutterstock.com

Embora os estudos sobre o problema têm avançado cada vez mais, ainda não existem métodos eficazes para o tratamento dessas pessoas.

Então, o que nos resta é torcer para não passar por situações traumáticas.

Recomendamos para você: Escocês choca internet ao publicar resultados da falta de uso de protetor solar


O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.