4 itens para eliminar da dieta e emagrecer automaticamente d

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

4 itens para eliminar da dieta e emagrecer automaticamente de acordo com a Mayra Cardi

Date February 13, 2018 16:54

Para quem não sabe ainda, Mayra é a pessoa responsável pelo emagrecimento de vários famosos. Ela acredita que precisamos cortar certas coisas da rotina e esquecer da palavra ¨dieta¨.

Mayra ficou famosa por ajudar a cantora Anitta a mudar o corpo e redefinir a silhueta sem nenhuma dieta mirabolante. Ela acredita que o segredo está em cortar 4 items da alimentação e resultados surpreendentes serão garantidos. Veja quais são esses items chamados carinhosamente de ¨venenos¨pela life coach:

1. Frituras

As frituras de uma forma geral devem passar bem longe do cardápio de uma pessoa que gostaria de viver em forma. O óleo entope as veias do coração e o nosso corpo sente dificuldade para mandá-lo embora. Essa gordura é muito ruim para a saúde.

2. Açúcar

O açúcar é como qualquer outra droga. Os estudos já compararam os efeitos do açúcar com os da cocaína no organismo. Hoje em dia o açúcar é considerado tão prejudicial quanto o tabaco.

3. Farinha branca

A farinha branca tem um índice glicêmico muito alto e provoca picos de glicemia no sangue. Consequentemente, o acúmulo de gordura indesejado aparece. Escolha os alimentos com o baixo índice glicêmico, pois eles são absorvidos de maneira mais lenta e não causam picos. Tudo processado é absorvido muito rápido, transformado em açúcar e, automaticamente, vira gordura. Portanto, a probabilidade de você engordar comendo a farinha branca ao invés da integral é muito maior.

4. Álcool

O álcool também se transforma em açúcar e gordura. O álcool faz com que a massa magra desapareça e produz o hormônio do estresse, o cortisol. Nada bom para saúde.

De acordo com a coach, se a pessoa conseguir eliminar esses 4 items de seu cardápio, ela vai emagrecer automaticamente.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 5 explicações para o peso extra surgir em partes do corpo específicas


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.