15 princípios de Maria Montessori para educarmos crianças felizes

NOTÍCIAS

15 princípios de Maria Montessori para educarmos crianças felizes

Date December 18, 2017 18:14

Maria Montessori foi uma famosa educadora italiana do século XIX e início do século XX que até hoje tem partidários fiéis e detratores da própria pedagogia. Ela acreditava que a criança precisava desenvolver suas próprias habilidades de uma forma livre numa sala de aula com alunos de diferentes idades. As crianças estariam livres para escolher o material para trabalhar de forma independente no seu próprio ritmo com a total liberdade de movimento na sala de aula. A perspectiva pedagógica de Maria Montessori teve um impacto global e influenciou muitos métodos educativos posteriores.

No Brasil, este método não é o pilar da nossa educação, porém ele trabalha muitas estratégias interessantes como, por exemplo, a liberdade de aprendizagem e a responsabilidade do próprio aluno, sendo que o papel dos pais continua primordial para criação e educação de filhos felizes. Veja abaixo 15 dos princípios da Maria Montessori deixados para os pais:

  1. Lembre-se sempre de que a criança aprende com o que está ao seu redor. Seja seu melhor modelo.
  2. Se você critica muito o seu filho, a primeira coisa que ele aprende é a julgar.
  3. Por outro lado, se você o elogia regularmente, ele vai aprender a valorizar.
  4. O que acontece se você mostrar a sua hostilidade à uma criança? Ela vai aprender a brigar.
  5. Se for ridicularizada com frequência, a criança se tornará uma pessoa tímida
  6. Ajude seu filho a crescer se sentindo seguro em todos os momentos, e ele aprenderá a confiar.
  7. Se você menospreza o seu filho frequentemente, um sentimento muito negativo de culpa irá se desenvolver nele.
  8. Faça seu filho ver que as ideias e opiniões dele são sempre aceitas, assim, ele se sentirá bem consigo mesmo.
  9. Se a criança vive em uma atmosfera onde se sente cuidada, integrada, amada e indispensável, aprenderá a encontrar o amor no mundo.
  10. Não fale mal de seu filho nem quando ele está perto e nem quando está longe.
  11. Concentre-se no fato de que seu filho está crescendo e se desenvolvendo da melhor forma possível. Valorize sempre o lado bom da criança, para que nunca haja espaço para o mal.
  12. Sempre ouça ao seu filho e responda quando ele se aproximar de você com uma pergunta ou um comentário.
  13. Respeite seu filho, mesmo que ele tenha cometido um erro. Apoie-o e corrija-o, agora ou talvez um pouco mais tarde.
  14. Você deve estar disposto a ajudar seu filho se ele estiver a procura de algo, mas também deve estar disposto a deixá-lo encontrar as coisas sozinho.
  15. Quando falar com o seu filho, faça-o sempre da melhor maneira. Ofereça a ele o melhor que há em você.

Fonte: Família

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Fonte: Pesquisas indicam o perfil de mãe que desenvolve crianças mais criativas