“Dezembro Laranja”: campanha alerta a população sobre

“Dezembro Laranja”: campanha alerta a população sobre o câncer de pele

Notícias

December 8, 2017 16:37 By Fabiosa

Além do Natal e do reveillon, dezembro é o mês em que se celebra a campanha “Dezembro Laranja”.

Criada em 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD, a campanha tem como objetivo conscientizar e informar a população sobre o câncer de pele.

Seja porque muitas pessoas trabalham em ambientes internos ou porque querem aproveitar as férias de final de ano, as pessoas costumam ficar mais expostas ao sol, justamente por isso, a campanha desse ano tem como lema “Se exponha, mas não se queime”.

katia26 / Depositphotos.com

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – Inca, o câncer de pele é o tipo mais comum no Brasil, com 175 mil casos da doença por ano e representando 30% dos tumores malignos registrados no país.

Flydragonfly / Depositphotos.com

VEJA TAMBÉM: Projeto verão 2018: pele bronzeada com muita saúde

Para ajudar na conscientização sobre a doença e prevenção dos fatores de risco, separamos 5 fatos sobre o câncer de pele que talvez você não saiba.

alexraths / Depositphotos.com

1. Devo usar o protetor solar em todas as estações do ano?

VERDADE

O protetor solar deve ser usado durante o ano todo. Muito se engana quem acha que só o sol do verão oferece riscos à saúde da pele. Os raios ultravioletas podem ser tão fortes e prejudiciais em qualquer época do ano.

2. Toda pinta é um primeiro sinal de câncer?

MITO

As pintas merecem sim atenção e devem ser checadas anualmente por um dermatologista, mas as que devem ser melhor observadas são as com bordas assimétricas, pigmentação irregular ou que mudam suas características com o passar do tempo.

3. Um machucado que não cicatriza pode ser um sinal de alerta?

VERDADE

Feridas que tardam a cicatrizar, que são irregulares e salientes ou que sangram constantemente devem ser examinadas pois podem indicar o início de um câncer de pele.

4. Somente pessoas de pele clara correm risco de desenvolverem câncer de pele?

MITO

É verdade que as pessoas com a pele mais clara têm menos proteção contra os raios nocivos do sol , mas qualquer pessoa, independente da cor da pele, pode desenvolver a doença.

5. Uma queimadura pode se tornar um câncer de pele?

VERDADE

Embora seja bastante raro, uma cicatriz pode acabar se tornando um câncer de pele, principalmente as maiores. Por isso é importante observar mudanças na textura da cicatriz.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre essa doença, lembre-se de sempre utilizar um bom protetor solar e consultar o dermatologista anualmente para um check up.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Sete crenças falsas que todos temos sobre os protetores solares


O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.