Força Aérea Brasileira é setor da defesa nacional pioneir

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Força Aérea Brasileira é setor da defesa nacional pioneira na inclusão de mulheres

Date January 10, 2018 13:25

No ano passado o ingresso de mulheres na Força Aérea Brasileira completou 35 anos e o aumento constante da presença feminina nas cabines de aviões da defesa nacional prova que lugar de mulher é onde ela quiser.

Um dos maiores exemplos de empoderamento das mulheres na FAB é Carla Borges. Ela é capitã desde 2016, foi a primeira mulher a se tornar pilota de um caça e ainda foi pioneira em comandar o avião presidencial brasileiro.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Esta mulher é a primeira a pilotar um avião usando apenas os pés

A paixão da capitã Borges pela aviação vem da infância e assim que teve idade o suficiente, Carla entrou para a Força Aérea e foi quando seu primeiro destaque aconteceu. Ela foi integrante da primeira turma de mulheres do curso de formação de oficiais aviadores da Academia da Força Aérea ainda em 2003.

Depois disso, a capitã brilhou mais uma vez ao se aperfeiçoar em um curso de sete anos e ser, novamente, a primeira mulher a para realizar um voo solo no caça AMX.

Com mais de dez anos de carreira, a capitã Carla Borges é um grande exemplo para outras mulheres que almejam ingressar na Aeronáutica que já é a Força Armada Brasileira com a maior presença feminina.

A Força Aérea Brasileira conta com quase 10 mil mulheres em seu corpo em diversos setores como mecânicas, eletricistas e pilotas em todos os tipos de aeronaves.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 12 mulheres ícones que mudaram o mundo com seus trabalhos em diferentes áreas