Quatro doenças silenciosas que podem só ser diagnosticadas tarde demais

NOTÍCIAS

Quatro doenças silenciosas que podem só ser diagnosticadas tarde demais

Date 17 de novembro de 2017

Muita gente fica preocupada quando sente uma dor no peito, uma pontada na cabeça ou algum sintoma diferente dos considerados mais comuns como um espirro, tosse ou uma dor de cabeça mais leve.

É que alguns sintomas são mesmo mais assustadores que outros, mas existem doenças que não apresentam nenhum sinal até que já estejam em estado avançado.

São as chamadas doenças silenciosas que por serem, muitas vezes, descobertas tardiamente têm o tratamento dificultado e podem se tornar fatais.

Conheça algumas dessas doenças e saiba alguns sinais que muitas vezes são confundidos com outros problemas de saúde.

  • Diabetes

Fahkamram / Shutterstock.com

Caracterizada pela baixa produção de insulina e consequente aumento de glicose no sangue, a diabetes é uma doença silenciosa porque seus principais sintomas: emagrecimento, sede excessiva e maior vontade de urinar, muitas vezes passam desapercebidos.

A doença pode afetar a visão, os rins e o sistema circulatório, e muitas vezes só é descoberta quando o organismo já está bastante afetado.

Veja também: Seis problemas causados pelo diabetes que todas as pessoas deveriam saber

  • Hipertensão arterial

kurhan / Shutterstock.com

Também conhecida como pressão alta, a hipertensão arterial está relacionada aos hábitos da vida moderna como o sedentarismo, alimentação ruim, estresse e a correria do dia a dia, além de fatores genéticos.

A doença apresenta sintomas que podem ser confundidos com um simples mal estar como dor de cabeça e fraqueza.

Estima-se que aproximadamente um terço da população do Brasil sofre de hipertensão e grande parte dessas pessoas só recebe o diagnóstico quando já apresentam malefícios importantes nos rins, cérebro e coração.

  • Endometriose

Africa Studio / Shutterstock.com

A endometriose é uma doença que faz com que o revestimento do útero cresça em outros órgãos do corpo como intestino, bexiga e ovários.

Acredita-se que ela seja hereditária e, apesar de ter seu início logo após a primeira menstruação, a doença pode não apresentar sintomas por anos e comprometer o sistema reprodutivo.

  • Ovário policístico

Image Point Fr / Shutterstock.com

O ovário policístico é consequência de um desequilíbrio hormonal que aumenta a quantidade de testosterona no sangue e faz com que pequenos cistos se formem no ovário.

Geralmente a enfermidade começa na adolescência e como os sintomas são ganho de peso, aparecimento de acne e ciclo menstrual desregulado, são facilmente confundidos com algo normal dessa fase da vida.

Por isso sempre é bom consultar o seu médico e realizar um check up completo periodicamente.

Recomendamos para você: 4 doenças que afetam mais a população feminina


O propósito deste artigo é meramente informativo. Não há intenção de oferecer recomendações médicas. Fabiosa não é responsável por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração alimentar, ação ou uso de medicamentos resultantes da leitura e das instruções contidas neste post. Antes de começar qualquer tratamento, consulte um médico. As informações acima não substituem um diagnóstico a ser realizado por uma equipe de profissionais preparados.